Vacina contra a dengue começa a ser testada em BH

Qua, 07 de dezembro de 2016 • 18:28 • Saúde

Os testes clínicos da vacina contra a dengue começaram a ser realizados em Belo Horizonte, na terça-feira (6), pelo Instituo Butantan. Outras doze cidades já estão com os testes em andamento. A previsão é de que o imunizante possa ser disponibilizado ao público até 2018.
 
Os testes na capital mineira são realizados em parceria com a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Até agosto de 2017, 1.222 pessoas serão recrutadas como participantes. Dois terços receberão a vacina, e um terço receberá placebo, que não tem o vírus e assim não tem efeito.
 
Nenhum deles terá conhecimento se foi aplicada vacina ou placebo. Durante cinco anos, os participantes serão monitorados para avaliar se houve proteção em quem recebeu o imunizante. Ao todo, serão envolvidos 17 mil voluntários em 13 cidades das cinco regiões do Brasil.
 
O Instituto Butantan é um centro de pesquisa biomédica vinculado à Secretaria de Saúde de São Paulo. A vacina que ele vem produzindo utiliza vírus vivos alterados geneticamente. “Com os vírus vivos, a resposta imunológica tende a ser mais forte, mas, como estão enfraquecidos, eles não têm potencial para provocar a doença”, afirma Jorge Kalil, diretor do Instituto Butantan.
 
Esta é a terceira fase de testes com a vacina e a última necessária para submetê-la à aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Uma vez aprovado, o imunizante poderá finalmente ser produzido em larga escala e chegar às unidades de saúde. Os dados disponíveis até agora nas duas primeiras fases indicam que ele é seguro e eficaz, induzindo o organismo a produzir anticorpos de maneira equilibrada contra os quatro tipos de vírus da dengue.
 
Fonte: Portal Brasil, com informações da Agência Brasil

Fotos