Cresce desejo do brasileiro de viajar pelo País

Seg, 23 de setembro de 2013 • 22:22 • Turismo

O número de brasileiros que pretendem viajar pelo Brasil (72,7%) é três vezes maior que os que desejam um destino no exterior (24,7%), de acordo com o último levantamento do Ministério do Turismo em parceria com a Fundação Getúlio Vargas. A procura por destino turístico no Brasil cresceu de 69,9% em agosto de 2012 para 72,7% no mesmo mês deste ano.
 
Mais da metade dos entrevistados que manifestaram desejo de viajar (53,7%) escolheram a região Nordeste. A região lidera a intenção de viagem com mais que o dobro de pretendentes que a região Sudeste (19,7% das intenções) e o triplo da região Sul (15,5%). Sozinha, a região Nordeste atrai mais turistas que todas as outras quatro regiões somadas.  
 
Os dados fazem parte da Sondagem do Consumidor – Intenção de Viagem, do mês de agosto, e trazem informações coletadas com dois mil cidadãos em sete capitais do País: Belo Horizonte, Brasília, Porto Alegre, Recife, Rio de janeiro, Salvador e São Paulo. 
 
Os meios de hospedagem alternativos estão conquistando espaço entre os viajantes. A procura por casas de amigos e parentes aumentou de 35,1% para 37,8% no último ano (de agosto de 2012 a agosto de 2013). Ela é ainda mais expressiva entre os viajantes que ganham até R$ 2.100 (64,9%) e com renda entre R$ 2101 a R$ 4.800 (49,1%).
 
Cresce número de turistas estrangeiros no Brasil
 
Assim como o turismo interno, a entrada de visitantes estrangeiros também teve acréscimo em agosto. Com o aumento de 5,5%, 2013 consolida o caminho para ser o melhor ano da história do turismo brasileiro. Pode ser a primeira vez que o País receberá mais de 6 milhões de turistas estrangeiros em um ano.
 
Os países que apresentaram maior crescimento no envio de turistas em para o Brasil em agosto foram o México, com 32% a mais que em agosto do ano anterior, e Colômbia, que teve um crescimento de 30,4%. 
 
Os megaeventos esportivos no País devem aumentar ainda mais o fluxo com esses países, devido ao grande interesse de colombianos e mexicanos em relação ao futebol e outros esportes. Já entre os países europeus, quem lidera o ranking é o Reino Unido, com uma alta de 15,1%, seguido da França, 12,6% e da Espanha, 10,9%.
 
Dados
 
Somente os dois principais eventos internacionais realizados no Brasil neste ano – a Copa das Confederações  Fifa 2013 e a Jornada Mundial da Juventude –, movimentaram cerca de R$ 2 bilhões na economia brasileira. Estimativas da Embratur mostram que, em 16 partidas de futebol nas duas semanas da Copa das Confederações 2013, foram movimentados R$ 740 milhões por toda a cadeia turística do País – incluindo hotéis, alimentação fora do lar e comércio informal. Já a Jornada Mundial da Juventude gerou impacto da ordem de R$ 1,2 bilhão na economia brasileira.
 
Fontes: Ministério do Turismo e Portal Copa

Fotos

Comentários